Temas que podem cair na redação do Enem

A redação é uma das provas mais importantes do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio, aplicados todos os anos para estudantes que já concluíram ou que estão concluindo o ensino médio. Quem vai fazer a prova deste ano deve estar atento aos temas mais comentados durante o ano e têm grandes chances de serem abordados nas provas dos dias 22 e 23 de Outubro. O Enem substituirá o vestibular em diversas instituições públicas estaduais e federais, além de servir como critério principal para programas do governo federal como o ProUni, por isso vale a pena  se dedicar e fazer de tudo para garantir boas nota no exame.
Um dos temas mais polêmicos e que pode estar presente na redação do Enem é a Homofobia e os direitos dos homossexuais. O tema pode estar associado a decisão do Supremo Tribunal Federal em ampliar os direitos dos casais homossexuais relacionado aos crimes e agressões por conta da homofobia. Outra questão que pode aparecer como tema da redação é o aumento da criminalidade e agressão entre os jovens, considerando grandes tragédias que comoveram milhares de pessoas no Brasil e no mundo, como o massacre na escola de Realengo, no Rio de Janeiro.
As marchas e manifestações públicas também poderão ser alvo do Ministério da Educação, uma vez que temas deste tipo despertarão o interesse dos jovens que terão a oportunidade de, mesmo que indiretamente, manifestar a sua opinião a respeito da luta pela democracia e pela liberdade de expressão. Os conflitos na Líbia também tem grandes chances de serem citados na prova. As mudanças no código florestal que estão em pleno debate podem ser abordadas, por isso fique por dentro do que está sendo proposto para ser alterado e em que tais modificações implicarão para o meio ambiente.
Temas como as questões comportamentais, incluindo o preconceito e direito das minorias sempre são cogitados, além disso, este ano há um grande apelo para assuntos que envolvem as crescentes redes sociais e a sua influência sobre o nosso meio.

Texto do site,Resumo do Dia.

Quer saber mais sobre educação?




2 comentários: