Como evitar manchas após a depilação?


 
Em algumas mulheres, é comum surgirem manchas na pele após a depilação, principalmente nas axilas, virilha e buço. Segundo Mônica Felici, dermatologista da clínica Splendore (SP), a depilação com cera quente pode queimar a pele e estimular a formação de melanina na região, o que é chamado de hipercromia pós-inflamatória. Já no caso das lâminas, o aparelho pode machucar a cútis, que fica inflamada e reage também com o aumento da produção de melanina no local, escurecendo a área depilada.
"Se a pele estiver muito queimada pelo sol no momento da depilação também podem aparecer manchas", complementa Murilo Drummond, dermatologista e professor titular do Instituto de Pós-graduação Médica Carlos Chagas (RJ).
Podem surgir manchas também caso a mulher tenha um pelo muito grosso ou por alergia a algum componente do desodorante, o que irrita a pele e o escurecimento.
Para evitar essas manchas, o ideal é realizar a depilação a laser. "Eliminando o pelo por completo, eliminamos também uma causa do escurecimento da região, que seria a inflamação do próprio pelo, que pode encravar e manchar a pele. Além disso, prevenimos o uso de cera e lâmina, que podem ferir a pele e manchá-la", explica Mônica. Caso não faça a depilação definitiva, dê preferência à cera fria, tomando sempre cuidado com a exposição solar antes e depois da depilação.

Como clarear a região?

De acordo com Mônica Felici, a região pode ser clareada com o uso de despigmentantes em casa, como hidroquinona, ácido kójico ou ácido fítico, sempre prescritos pelo dermatologista. "Se as manchas forem persistentes, podem ser realizados peelings em consultório ou aplicado laser para clarear", completa a dermatologista.
Segundo explica o dermatologista Murilo Drummond, o peeling físico renova a pele por meio do atrito, pois as camadas com manchas são removidas para que nasça uma pele nova no lugar. Já o peeling químico clareador utiliza o ácido glicólico, que provoca a descamação e renovação da pele, e o ácido kójico, que age no clareamento dela.
"As manchas mais escuras são mais fáceis de remover. Porém, em alguns casos elas não saem mesmo após todos os procedimentos de clareamento. É que muitas se aprofundam e fazem quase uma tatuagem na pele", alerta Drummond.

Não confunda!

Algumas pessoas confundem virilha escura com mancha. Segundo Mônica Felici, pessoas com fototipo mais alto, morenas e negras têm esse escurecimento mais evidente devido à cor da sua pele. "Porém, em todos os fototipos a região da virilha é naturalmente mais escura que as outras áreas do corpo", afirma a dermatologista.
Fonte: Carla Festucci - Corpo a Corpo/Uol

2 comentários: