Barriga chapada: Alimentos que devem entrar ou sair da dieta


Seu sonho é ter aquela barriga delineada para exibir com orgulho durante o verão? A primeira providência é fugir de dietas malucas.
De acordo com a nutricionista funcional Andréa Santa Rosa Garcia, para conquistar o objetivo é preciso saber o que comer: “Quando o objetivo é a perda de gordura localizada, é necessário investir em alimentos com diferentes propriedades. Aqueles ricos em aminoácidos essenciais e vitamina C evitam flacidez e perda de massa muscular, outros estimulam a queima de gordura, enquanto os antioxidantes previnem o envelhecimento precoce”.
A seguir, a especialista diz quais alimentos você deve evitar ou incluir na dieta para ter o abdômen dos sonhos.


      Inclua na rotina

Chás diuréticos: verde, de cavalinha ou dente de leão. Todos irão diminuir o inchaço e favorecem a eliminação de toxinas do corpo através da urina, levando ao emagrecimento. O chá verde possui cafeína em sua composição, que acelera o metabolismo e favorece a queima de gordura. Recomendação: quatro xícaras por dia.

Aveia: a versão em flocos é fonte de fibras e promove a sensação de saciedade por mais tempo, diminuindo os picos de insulina, hormônio anabólico que favorece o depósito de gordura no corpo. A aveia ainda é fonte de betaglucana, uma das fibras mais potentes que existem. Recomendação: duas colheres de sopa por dia.

Chia: a semente de chia provoca saciedade rapidamente. Ela forma uma espécie de gel no estômago, preenchendo o espaço. Assim, a sensação de fome é menor. Rico em ômega-3, é um alimento anti-inflamatório que favorece a perda de peso. Também é desintoxicante e melhora o trânsito intestinal. Recomendação: uma colher de sopa por dia misturada em vitaminas ou sobre a salada.

Gengibre: é um alimento considerado termogênico, rico em gingerol, que acelera o metabolismo e favorece a queima de gorduras. Durante o processo de digestão, os alimentos termogênicos exigem maior demanda de energia do organismo, estimulando o emagrecimento. Recomendação: consuma um pedaço pequeno (três vezes ao dia) em chás, sucos, vitaminas ou como tempero para aves e peixes.

Pimenta: rica em capsaicina é considerada um alimento termogênico. Pessoas com problemas gástricos e hemorroidas devem evitar o consumo. Recomendação: algumas pitadas por dia, como tempero para diferentes pratos.

Vinagre de maçã: é considerado termogênico e diurético. Ajuda a eliminar toxinas e inchaço, favorecendo o emagrecimento. Recomendação: utilize diariamente como tempero para saladas.

    Retire já da sua dieta!
   
Alimentos refinados: são praticamente isentos de vitaminas e prejudicam o trabalho do metabolismo, já que não provocam saciedade. Suas calorias são vazias e não trazem benefícios para o organismo. O ideal é escolher sempre a versão integral dos alimentos, a fim de consumir fibras e promover a saciedade. Evite: arroz, açúcar e pão branco, pão francês, macarrão que não seja integral e açúcar branco. Sempre opte na versão integral a fim de lhe fornecer fibras.

Alimentos ricos em gorduras saturadas: não possuem propriedades benéficas para o organismo. Evite o consumo de sorvetes, biscoitos, bolos, manteiga, margarina, chocolate, entre outros. Carnes magras, como frango e peixe, são fontes de ferro e não devem ser cortados totalmente da dieta.

Alimentos com alto índice glicêmico: são metabolizados pelo nosso corpo de forma mais rápida e quase não exigem energia para a sua digestão. São pobres em fibras e retardam a sensação da saciedade. Além disso, elevam os níveis de insulina no sangue, favorecendo o acúmulo de gorduras. Evite o consumo de bolos, sorvetes, pães brancos, batata frita, tapioca, entre outros. 

Alimentos ricos em gorduras trans: são gorduras modificadas em laboratório. O corpo não as reconhece e elas acabam acumuladas na barriga e em outras regiões do corpo. Evite o consumo de margarina, salgadinhos, frituras, pães, massas, leite e derivados.

Alimentos industrializados: possuem conservantes e aditivos químicos em sua composição. Pobres em nutrientes, prejudicam a absorção de vitaminas e minerais que são fundamentais para o nosso organismo. Ainda são riquíssimos em sódio, que favorecem o inchaço e a formação da barriguinha. O Ministério da Saúde preconiza o consumo de 2100mg de sódio por dia, mas apenas uma porção de alimentos industrializados pode conter mais de 1000mg. Evite: salgadinhos de pacote, molhos prontos, biscoitos, entre outros alimentos.

Por Renata Demôro, para o site Bem Estar/Globo.com

Você já curtiu o Resenha Chic no Facebook? Clique aqui e fique por dentro das novidades! :D

4 comentários:

  1. Passando aqui pelo seu blog pela primeira vez e super curti e vou vir dá uma espiadinha sempre rs :)

    Muito sucesso aqui no seu cantinho linda!! bj ♥
    http://rachelmalheiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir