quarta-feira, 11 de junho de 2014

Dicas para o seu namorado entender você

Eu geralmente escrevo para você, mulher, porém, hoje, resolvi fazer uma lista direcionada ao seu namorado. Mas calma, não pense que eu desisti de ajudar você, pois, mesmo escrevendo para ele, meu principal objetivo ainda é o seu sorriso e a construção de textos que facilitem a sua vida. Não entendeu? Simples: para ajudá-la a ser realmente compreendida pelo seu homem, de forma simples, direita e sem palavras pela metade, coloquei no papel – ou no Word – aquilo que, muitas vezes, você não consegue explicar a ele, mas que, se conseguisse, sentiria um imenso alívio. Na verdade, eu estou aqui para, através deste texto, ter um papo de homem com o seu parceiro e, com isso, matar dois coelhos com uma cajadada só: você não se sentirá mais incompreendida e ele, de uma vez por todas, vai parar de encarar você como uma equação de terceiro grau. Sua única missão será fazer com que ele leia este texto. Como? Aí é problema seu!

1. O SEXO VAI MUITO ALÉM DO ATO

Irmão, não se esqueça de que o sexo vai muito além do que você faz com a sua parceira na cama. Você pode, por exemplo, começar as preliminares em pleno jantar (não estou dizendo para começar a chupá-la enquanto o garçom não traz a conta!). Então como? Lembre-se de que para excitá-la, antes mesmo de qualquer toque, você precisa tocar a mente dela. E que isso pode ser feito através de frases ditas pertinho da orelha, de olhares que demonstram tesão por ela e de outras mil formas que, acredite, não exigem nem proximidade física. Arrisco dizer que, se souber como penetrar na mente dela, o resto todo será bem mais fácil e exigirá pouquíssima energia de você. Outra coisa: depois que a fizer gozar, não saia correndo da cama e, muito menos, caia no sono. Sua namorada ficará infinitamente mais feliz se, depois do ato, receber a sua atenção e perceber que, além do envolvimento físico, existe um grande elo emocional entre vocês.

2. QUAL O PROBLEMA, AMOR?

Cara, sei que você já passou por algo do tipo e que, assim como eu, sentiu-se confuso quando a sua namorada, com cara de muitos inimigos, para a sua pergunta respondeu: “Eu não estou diferente!”. Não seria mais fácil se ela explicasse o motivo do bico ou se desse, ao menos, uma pista? “Não gostei do jeito que você falou comigo!”, por exemplo, seria um ótimo começo. Mas, caro amigo, ela dificilmente facilitará a sua vida e, por mais que você continue a perguntar o que ela tem ou sente, como resposta, no máximo, ouvirá um “NADA!”. Sei que você não é vidente e que, muitas vezes, não tem a mínima ideia do que fez de errado, porém, quanto mais você insistir em saber a resposta, mais ela vai punir você com o silêncio ou com respostas que fazem com que você questione a sua própria sanidade, como: “Você sabe muito bem o que fez de errado!”. O que fazer então? Irmão, você tem duas alternativas: ou você, sem perguntar a ela, descobre o que está causando fúria (não me pergunte como!), ou você – como eu prefiro fazer – dá um espaço para ela e torce para que a expressão de serial killer passe logo. Enquanto o sangue dela estiver fervendo, ela só pensará em punir você e nada do que disser salvará a sua pele. Até o “eu te amo”, no momento de raiva, será encarado como uma bomba de efeito moral que você lançou apenas para fugir dos seus atos. Meu conselho: espere a poeira baixar, não insista em querer resolver logo e, somente quando perceber que ela voltou ao estado racional, inicie uma conversa civilizada.

3. ESTOU BONITA?

Irmão, eu sei que ela vive dizendo que odeia mentiras, mas, mesmo que você não tenha gostado no novo corte de cabelo dela ou do vestido novo que a deixa parecendo um bolo de casamento, quando ela, toda sorridente, aparecer na sala e perguntar a sua opinião, com voz firme e sem hesitação, diga: “Ficou ótimo!”. É sério! Eu já tentei ser sincero e, cheio de dedos, disse que preferia o corte de cabelo anterior e que gosto mais da calça jeans preta, porém, quando agi assim, só criei discórdias e a deixei indecisa a ponto de me fazer esperar mais de três horas para que ela, que já estava pronta, remontasse o figurino. Não vale a pena! Ela pede a sua opinião quando está insegura, ou seja, na verdade, tudo que ela espera de você é uma palavra que a deixe segura e confiante. Ela só quer um apoio emocional. Se ela quisesse conselhos de moda, consultaria alguém que realmente entende, não você. Por isso, sem medo de mentir, diga: “Aí sim!”.
4. ELA CONTINUARÁ A FAZER ENCONTROS NO BANHEIRO FEMININO
O que sua namorada faz quando vai ao banheiro em dupla, trio ou equipe? Depende. Às vezes ela retoca a maquiagem, em outras elas falam sobre a roupa que estão usando e, na maioria das vezes, fofocam sobre algo que os homens não podem saber. Comentam do garçom bonitão e sobre as bizarrices da namorada nova do seu amigo. Isso acontece desde os primórdios da sociedade e continuará a acontecer mesmo se, no futuro, só existirem encontros totalmente virtuais. Pare de perder tempo imaginando o que elas conversam lá dentro: é melhor nem saber.

5. ELA ESPERA QUE VOCÊ CONTINUE VAIDOSO COMO NO COMEÇO DO NAMORO

Cara, eu sei que você já a conquistou e que ela vive a dizer que gosta de você do jeitinho que você é. Porém, isso não é motivo para descuidar, completamente, da sua aparência. Quando ela olha para a sua barriga de lama escapando da camiseta e para as suas roupas, a cada dia, mais desleixadas, tenho certeza que ela sente falta do cara que a conquistou e que fazia de tudo para agradar, também, os olhos dela. Sei que o amor vai muito além da aparência, mas, assim como você gosta de vê-la arrumadinha e cheirosa, ela também quer que você esteja, no mínimo, apresentável, quando sair com ela. Não estou dizendo que precisa, do nada, transformar-se no Cristiano Ronaldo e começar a fazer a sobrancelha e depilação, mas, por favor, lembra-se: “O amor pode até ser cego, mas o tesão não é!”.
Texto de Ricardo Coiro, para o site Superela.

4 comentários:

  1. Ahhhh, finalmente! Acho que vou colar isso "sem querer" no face do boyfriend! kkk
    Bjkas!

    Carol Oliveira

    ResponderExcluir