Resenha: Transformers: O Último Cavaleiro

Estamos vivendo uma fase de franquias de super heróis, seja em séries ou no cinema, não tem um dia que não apareça uma novidade sobre o assunto, e eu, como fã dessa temática, não poderia ficar de fora. E se tem uma franquia que amo é Transformers, assistia o desenho quando era criança e sempre fui fascinada pelo Optimus Prime e pelo Bumblebee.

Os três primeiros filmes foram perfeitos, não saberia dizer qual o melhor, mas, não posso negar que o quarto filme, Transformers: A Era da Extinção, me fez ascender a luz de alerta. Mesmo não querendo aceitar, ficou visível que tinham perdido a mão, a história e os diálogos eram fracos, o que salvou o filme foi a direção de Michael Bay, outro que sou fã, amo as cenas com explosões. 😊

Só me restou esperar o lançamento do quinto filme, Transformers: O Último Cavaleiro (Transformers: The Last Knight)que marca o fim da era Michael Bay, como diretor da franquia.  Até que o grande dia chegou... "Alerta de Spoiler!"



O início foi como eu esperava, a guerra entre os humanos e os Transformers continua,  a novidade é que uma nova força de combate foi criada para encontrar os robôs e todos que protegem eles, como a adolescente Izabella (Isabela Moner) e Cade Yeager (Mark Wahlberg). Após meia hora de filme percebi que a coisa não estava bem, pesaram a mão no humor, muitas piadas prontas, desnecessárias. O roteiro também deixou a desejar, não sei vocês, mas essa história de misturar os Autobots com a lenda do Rei Arthur, não deu liga. 

Outro ponto complicado foi o aparecimento da vilã, sim, dessa vez Megatron não é a única preocupação dos Autobots. A "criadora" dos Transformers, que fez o Optimus Prime abraçar o lado negro da força, quer reconstruir Cybertron fundindo seu planeta com a Terra. Tive a impressão que já vi isso em algum filme, será? rs... Achei o personagem dela pouco elaborado.

Em relação aos novos personagens, o que tenho a dizer é que são muito estranhos. Os novos Decepticons são horríveis, muito ruins mesmo, que saudade do Starscream! A mocinha do filme, Vivien Wembley (Laura Haddock), é uma professora de Havard que é descendente de Merlyn, um combo de phd sexy+solteirona, muito clichê. Entre os Autobots, achei um amorzinho os  dino babys, mas gostaria de saber qual a utilidade de "crianças transformers"? E por último, e não menos esquisito, chegamos ao Cogman... Gente, o que é esse ser? Ele é um robô-mordomo, nos moldes do C-3PO, mas anos luz a frente em ser chato e caricato, forçado demais, o pior personagem do filme.

Josh Duhamel (Ten. William Lennox) e John Turturro (Agente Simmons), são os únicos atores do elenco original que permaneceram, gosto muito dos personagens, mas foram pouco aproveitados nesse filme, uma pena. Demorei para reconhecer Stanley Tucci como o mago Merlyn, acho que não foi uma boa escolha para o papel, já que o mesmo apareceu no filme anterior como outro personagem. 

E vamos ao que deu pra salvar... Os efeitos especiais e as imagens estão incríveis, Michael Bay fechou sua participação com mais explosões que nunca. Anthony Hopkins no papel de  Sir Edmund Burton, foi outro ponto positivo, é sempre muito bom vê-lo em cena. Mark Wahlberg, que pode também estar se despedindo da franquia, desempenhou bem o seu papel de mocinho, com seus dramas familiares e amorosos, e sua fidelidade aos Autobots, em especial a Bee.

A minha última observação é sobre o barulho, não estou falando sobre ruídos, e sim sobre os personagens falarem muito alto, gritarem, isso junto com os sons das explosões me deu uma agonia, sabe? Sim, eu sei que estamos falando de Transformers, mas acho que dessa vez foi barulho demais. Mesmo sendo fã, não posso negar que achei esse filme o pior da franquia, muito longo e cansativo, percebi que algumas pessoas saíram do cinema antes do final e não nego que não fiz o mesmo por ainda ter esperança em alguma reviravolta na trama. 


P.S.: O dia da estréia foi também o dia em que nos despedimos de Chester Bennington, a voz que esteve na trilha sonora de vários filmes da franquia, que embalou as vitórias dos Autobots e os romances de Sam Witchwiki. É impossível ver os filmes e não lembrar dele, fico esperando ouvir a voz antes dos créditos, quando Optimus Prime dá a última mensagem... #RIPChesterbennington 

10 comentários:

  1. Sério??? Pow, fiquei triste agora... Percebi que tinha algo estranho quando li as críticas e quando vi que a arrecadação desse filme foi a menor entre os 5. Mais, como sou fã tenho que conferir. Adorei a Resenha, bjkas!

    Carol Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carol! Isso, vá e depois me conta o que achou, tá? Bjo

      Excluir
  2. Como vc é boazinha, o filme é horrível!kkk Também sou fã ou era, ñ tem como assistir aquilo. Nem sei se vou querer ver o próximo!

    Anne Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quero assistir, vai ser o filme do Bee! Vai lá que algo muda? kkk
      Vlw! :)

      Excluir
  3. Nunca assisti nenhum filme da franquia Transformers, acredita?


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer uma dica? Se for assistir veja do 1 ao 3, e pronto!
      Bjo, querida!

      Excluir
  4. OOOOOOOOOI

    acredita que eu só assisti o primeiro da franquia? (e confesso que assisti mais pela Megan Fox do que outra coisa. Shame on me, eu sei ;x).
    mas já ouvi muuuuuuuuuitos comentários negativos sobre esse quarto filme :T imagino como deve ter sido frustrante pra você que é fã

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc só assistiu o primeiro, minha dica é não passar do terceiro! kkk
      E sim, como fã fiquei desapontada!
      Bom te ver por aqui, bjo!

      Excluir
  5. Eu nunca assisti nenhum deles hahahaha Pelo que li, já não vou assistir esse último MESMO!


    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir